Onça

Onça-pintada,  pronta para o ataque, sobre uma pedra, rememora a lenda do  índio que ali buscava água de fonte para matar a sede e surpreendido por ela fugiu  para junto do Penedo.

Lenda da Gruta da Onça

O Parque Municipal Gruta da Onça, localizado no Maciço Central (Morro do Vigia) da Ilha de Vitória, teve seu nome tirado de uma lenda.

Conta a lenda que em meio a floresta existia uma grande gruta de onde brotava uma fonte de águas límpidas. Certo dia, um índio tentou se abrigar na gruta e ao beber a água da fonte viu refletir no espelho d’água a imagem de uma enorme onça pronta para atacar.

Apavorado, o índio fugiu correndo em direção ao mar, que beijava as praias junto ao Morro do Penedo.

Desde então, a onça passou a ser guardiã da gruta, continuando a viver em seu interior. Para perpetuar esta lenda capixaba, seus personagens foram transformados em monumentos, estando a onça localizada no alto das pedras que formam a gruta, e o índio, na Avenida Beira-mar, próximo ao Morro do Penedo.

Ficha Técnica

Tipo de monumento:

Monumentos

Cidade:

Vitória

Bairro:

Centro

Endereço:

Rua Barão de Monjardim - Acesso ao Parque Gruta da Onça

Autor:

Yarema D'Ostrog Gembatiuk

Obra:

Cimento pintado / PEDESTAL: Escultura fixada sobre rocha natural

Dimensões:

H: 133 L: 60 C: 387

Data de inauguração:

Entre entre 1963/68. Data mais provável: 1966

Inscrições:

Placa de alumínio: PARQUE MUNICIPAL “GRUTA DA ONÇA” – ESTA ÁREA FOI RECUPERADA PELA PMV NA ADMINISTRAÇÃO HERMES LARANJA, COM O APOIO DA CVRD 1988

Responsável:

Prefeitura Municipal de Vitória

Vídeo

Galeria de Imagens

Como chegar

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura