Índio (Arariboia)

A obra foi realizada pelo artista italiano naturalizado brasileiro Carlo Crepaz (1911/1992), que chegou a Vitória em 1951, e é autor de inúmeros outros monumentos no Espírito Santo.

Não há comprovação documental da instalação primitiva da estátua, tampouco a sua inauguração, mas pode-se afirmar que foi fundida em bronze na primeira metade da década de 1950, tendo sido instalada na Pedra Branca que originalmente era banhada pelo mar. Alcançada pelo aterro da Esplanada da Capixaba e após a construção da avenida Beira Mar, a rocha ficou na margem da via.

Nunca foi comprovada a informação de que a estátua ficava sobre uma pedra na água, como também é incerta a informação de que o monumento foi transferido para o aterro da Condusa, na Praia do Canto, e posteriormente para a praça Américo Poli Monjardim, no Centro de Vitória, entre as décadas de 1970 e 1980.

A obra foi restaurada pelo escultor/restaurador Jânio Leonardelli e recolocada no Centro de Vitória.

Fonte: Arariboia – Dezembro de 2012. Publicação da Prefeitura Municipal de Vitória.

Ficha Técnica

Tipo de monumento:

Monumentos

Cidade:

Vitória

Bairro:

Forte São João

Endereço:

Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes / Área interna do Clube de Regatas Saldanha da Gama

Autor:

Carlo Crepaz

Obra:

Estátua de bronze

Dimensões:

H: 160 L: 240 C: 57

Data de inauguração:

Década de 1960

Inscrições:

Placa inaugural desaparecida / Placa de reinauguração: ÍNDIO ARARIBÓIA Inaugurado no Governo de Jones Santos Neves: 1951/55 / Autor: Carlo Crepaz / Restaurado por Jânio Leonardelli – julho 2014 / Prefeito de Vitória – Luciano Rezende / Secretária Municipal de Cultura – Ana Laura Nahas

Vídeo

Galeria de Imagens

Como chegar

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura