Caboclo Bernardo

Nascido no ano de 1855, em Regência Augusta, Bernardo José dos Santos, o Caboclo Bernardo, aprendeu desde criança os segredos do rio e do mar, de onde tirava seu sustento como pescador e catraieiro. Exímio navegador, Bernardo entrou para a história no ano de 1887 após arriscar sua vida para salvar uma tripulação náufraga no Pontal do Rio Doce.

Era madrugada do dia sete de setembro quando o navio Imperial Marinheiro chocou-se com bancos de areia localizados a 120 metros da praia. A população de Regência se mobilizou para tentar salvar a tripulação, mas pouco se podia fazer por conta do mar violento. Foi quando, ao amanhecer do dia, Bernardo se dispôs a nadar até o navio levando uma corda por onde os tripulantes poderiam vir, um a um, pendurados até à praia. Dos 142 tripulantes, 128 conseguiram se salvar. Bernardo foi condecorado pela Princesa Isabel e recebeu uma medalha de ouro pelo ato de bravura. O herói morreu em 3 de junho de 1914.

Fonte: Secult/ES

Ficha Técnica

Tipo de monumento:

Monumentos

Cidade:

Linhares

Inscrições:

PLACA: CABOCLO BERNARDO, herói linharense, condecorado com medalha de ouro pela Princesa Isabel em 1887, por 128 vidas salvas do naufrágio do Imperial Marinheiro, na Barra do Rio Doce em Regência. Prefeitura Municipal de Linhares – Administração Luiz Durão e Nozinho Correa – 89/92

Vídeo

Galeria de Imagens

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura