Yarema D'Ostrog Gembatiuk

Yarema D’Ostrog Gembatiuk, nasceu em Zeizburg, Áustria, em 22 de outubro de 1910, vindo a falecer no Rio de Janeiro em 30 setembro de 1996.

Estudou artes na Áustria. Era de origem nobre. Veio para o Paraná Brasil em 1946. Em 1947 foi para o Rio. Casou-se com a capixaba Lucila Rebuzzi e deixou filhos e netos.  Costumava expor pinturas na Sociedade Brasileira de Belas Artes, na rua México, RJ. Fazia cenários para o Teatro Municipal, decorações de carnaval e de Natal. Ganhou medalhas em gincanas de Arte. Pintou um quadro representando Iracema que foi exposto na ENBA/RJ. Seu último trabalho foi o cenário da opera Aída, encenada na Praça da Apoteose. Morreu quando a obra era apresentada, de enfisema pulmonar, pois fumava muito.

No ES fez a Onça e São Cristovão (1966) a convite do prefeito Sólon Leão. Era uma homenagem ao santoemcimento e papier maché, no ponto de Táxi do Parque Moscoso, Vitória/ES, Av. República. Uma das pernas cedeu e ela desabou dentro do laguinho em que fora instalada. Não foi recuperada.

Era amigo de Homero Massena e os dois pretendiam fazer um projeto paisagístico ou turístico para o Penedo.

Fonte: Inventário das esculturas e monumentos urbanos de Vitória/ES – Secretaria Municipal de Cultura – 2008

Monumentos

Onça

Cidade: Vitória

Segundo a lenda, a onça “botou” um índio (que seria o Araiboia) para correr.


  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura