Prédio do Saldanha será vendido para virar museu

29 de dezembro de 2016

Reportagem Jornal A Tribuna

Abandonado há cerca de dois anos, o casarão do Forte São João, na avenida Beira-Mar, na Curva do Saldanha, em Vitória, será vendido para se tornar um museu. O imóvel está avaliado em R$ 3,5 milhões, e a previsão é que a venda
ocorra no início do próximo ano.

A prefeitura informou que está finalizando a minuta de lei que será enviada à Câmara de Vereadores para viabilizar a venda. Pelo texto, o espaço deverá ser usado exclusivamente com fins culturais, sendo 70% dele destinado a museu.

Ainda segundo a prefeitura, será realizada licitação por concorrência para que o município selecione a melhor proposta. “A intenção é que o recurso proveniente dessa negociação possa ser usado na restauração do Mercado da Capixaba, bem como em outras ações relacionadas à preservação do patrimônio histórico e cultural da cidade.”

Um dos interessados na compra do imóvel é a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo. “Já sinalizamos nosso interesse em adquirir o imóvel e transformá-lo em museu da colonização do Estado”, disse o presidente da entidade, José Lino Sepulcri.

Construído em 1592 para defender a Capitania do Espírito Santo, o casarão também já foi cassino, sede do Clube de Regatas Saldanha da Gama e passou a pertencer à prefeitura há 10 anos.

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura