Beijos e selfies na estátua de violonista

26 de maio de 2016

Reportagem jornal A Gazeta 26 de maio de 2016
Foto Marcelo Prest, jornal A Gazeta

A escultura do violonista capixaba Maurício de Oliveira foi inaugurada ontem à noite na Praia de Camburi, em Vitória. Logo depois, caminhantes já aproveitaram para fazer selfies com a estátua, que reproduz o músico sentado em um banco e empunhando o inseparável violão. As filhas, Ludmila e Eloísa de Oliveira, aproveitaram para posar beijando a imagem do pai.

“A estátua ficou lindíssima e reproduz a figura maravilhosa do Maurício. Vamos ter um capixaba ilustre na praia, eternizado com estátua de bronze, em tamanho natural, como acontece nas cidades mais importantes do mundo com seus filhos ilustres”, disse o prefeito Luciano Rezende durante a inauguração da obra, que fica próxima ao quiosque 4 da orla da praia.

Familiares do músico, que estiveram presentes, comentaram que a obra reproduziu fielmente a imagem de Maurício. Ícone da cultura local, ele foi um dos maiores violonistas país, o primeiro brasileiro a gravar em disco a obra completa para violão de Heitor Villa Lobos. Maurício morreu em 2009, aos 84 anos.

Foram 90 dias até que a escultura ficasse pronta. A obra foi confeccionada pelo artista argentino Fernando Poletti.

Fernando não conhecia Maurício e mergulhou em fotos, depoimentos e na música para captar cada característica do violonista. “Eu precisava saber exatamente como ele era, a personalidade, a postura, a posição de pernas cruzadas, que era algo muito pessoal”, disse.

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura