Igreja quer mudar a Cruz do Papa de lugar

15 de agosto de 2015

Reportagem: Luciana Almeida – jornal A Tribuna

Arquidiocese de Vitória entrou com um pedido junto à prefeitura da capital para que a Cruz Reverente, conhecida como Cruz do Papa, seja trocada de lugar, mas permaneça na Praça do Papa, na Enseada do Suá.

Segundo a Mitra Arquidiocesana de Vitória, o pedido foi feito para valorizar o monumento histórico, que foi ficando escondido após a construção do Cais das Artes, que formou uma espécie de paredão atrás da obra de arte, e também por outras construções erguidas no entorno. Em nota, a Mitra informou que “acredita que a valorização do monumento histórico e a lembrança da visita do Papa João Paulo II em 1991 sejam razões suficientes para que a prefeitura atenda o pedido.”

Para a médica veterinária Luciana Medeiros Simonetti, 28 anos, toda a beleza do monumento está ofuscada pelas obras no entorno, principalmente o Cais das Artes. Ela e o namorado, o universitário Pedro Henrique Ventorin dos Santos, 20, são a favor da mudança da cruz, desde que permaneça na praça. “Não é só a beleza que fica ofuscada, mas todo o seu significado. Seria maravilhoso se ela ficasse em direção ao Convento da Penha”, disse Luciana.

A aposentada Elizete Rosária Calenzani Vailant, 56, e seu marido, o empresário Paulo Roberto Vailant, 55, também são a favor da mudança. “Aquela cruz precisa de mais visibilidade, pois nos faz lembrar da visita do papa João Paulo II ao Estado”, destacou Elizete.

O escultor grego Iannis Zavoudakis, idealizador da Cruz Reverente, sugere dois locais para a colocação de sua obra: o Morro do Papagaio, que fica em um elevado na praça, ou mais próximo ao mar. Outra sugestão do artista seria criar uma esfera de 10 metros de diâmetro, em vidro, e colocá-la na parte superior. “Dentro dessa esfera poderia ser feito uma espécie de museu, contando a história da vinda do Papa ao Estado. Jamais imaginei que a cruz perderia sua visibilidade”, disse.

O prefeito Luciano Rezende confirmou o pedido feito pela Arquidiocese de Vitória e confirmou que as construções na região não valorizaram a escultura. “Estamos estudando o melhor local, na praça, para que ela seja colocada”, disse o prefeito.

Em nota, o governo do Estado informou que não tem ciência dessa demanda.

A Tribuna – 15 de agosto de 2015

Veja fotos do monumento.

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura