Farol centenário vai ser restaurado em Regência – A Tribuna

1 de Maio de 2014

Reportagem de Wilton Júnior, jornal A Tribuna 01 de maio de 2014

 

Uma antiga reivindicação dos moradores e turistas que frequentam a vila de Regência, no litoral de Linhares, no Norte do Estado, está sendo atendida através de uma parceria entre a prefeitura e a iniciativa privada.

Começaram na última sexta-feira, as obras de restauração da cúpula do farol, monumento histórico já tombado pelo Conselho Estadual de Cultura, que fica exposta ao lado da praça, sendo um dos principais pontos turísticos da vila de pescadores.

A estrutura que começa a ser restaurada tem mais de cem anos e foi instalada na vila para orientar os navegantes que cruzavam o Oceano Atlântico, nas imediações da foz do Rio Doce, no município de Linhares.

Entretanto, em 1998, a Marinha do Brasil, que construiu o farol, retirou a cúpula, desmontando o restante da estrutura metálica. No lugar, construiu o novo farol, de concreto, e que continua a orientar os navegantes.

O farol está há cerca de 20 anos sem nenhum tipo de manutenção ou reparos, sendo que a estrutura estava tomada pela ferrugem e sofrendo com as constantes ações de vandalismo. Os fios elétricos ficavam à mostra na estrutura do equipamento, o que poderia causar acidentes, já que a porta de acesso ao interior do farol ainda está quebrada e aberta.

ORÇAMENTO

De acordo como secretário municipal de Cultura, Roberto Cordeiro, a previsão é de 30 dias para o término das obras de restauração.

Ele explicou que as obras são de responsabilidade da Prefeitura de Linhares em parceria com a empresa Manabi, o governo do Estado e a Associação de Moradores da Vila de Regência (Amor).

Para a restauração do farol, estão sendo investidos R$ 52 mil em serviços de remoção de ferrugem, troca de peças danificadas pela ação do tempo e aplicação de produtos antiferrugem.

Deixe um comentário

  • Apoio

    Actual Contabilidade
  • Patrocínio

    Lei Rubem Braga Prefeitura de Vitória Grupo CJF Vale
  • Realização

    Ofício Comunicação e Cultura